Conquistas Ambientais

Cresce área com árvores plantadas no Brasil

O Relatório do Ibá indica que houve um aumento pequeno, mas importante, nas áreas verdes em 2016

Em seu relatório anual recém divulgado, a entidade Ibá (Indústria Brasileira de Árvores – www.iba.org) confirmou que a área total de árvores plantadas no Brasil alcançou 7,84 milhões de hectares em 2016, um aumento de 0,5% em relação ao ano anterior. O Relatório também aponta para a conservação/preservação de outros 5,6 milhões de hectares de áreas naturais nas formas de Áreas de Preservação Permanente (APPs), áreas de Reserva Legal (RL) e áreas de Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPNs).

O material traz análises sobre o setor nacional de base florestal e seus desafios, Produto Interno Bruto (PIB), balança comercial, arrecadação de tributos, investimentos, competividade, geração de empregos e renda, entre outros índices econômicos. É possível ainda ler as avaliações sobre aspectos que envolvem a legislação brasileira, além de informações sobre a produtividade industrial com recortes estaduais e por atividade.

As influências crescentes do setor em questões socioambientais, como mudanças climáticas, matriz energética, proteção de habitat naturais, resíduos sólidos e índice de desenvolvimento humano, também são temas amplamente abordados neste Relatório. Entre os destaques, interessante notar o desempenho positivo dos setores de celulose e papel, mesmo em um cenário político econômico marcado por adversidades.

Segundo o Relatório, a celulose brasileira bateu recorde em 2016 com 18,8 milhões de toneladas produzidas (+8,1%), alcançando a 2ª posição no ranking de maiores produtores mundiais, ultrapassando o Canadá e a China. O volume de exportações do setor também aumentou 14,1% em relação ao ano anterior. Neste período, a celulose atingiu 12,9 milhões de toneladas exportadas (+11,9%), maior marca do segmento.

A produção de papel no Brasil também subiu uma posição no ranking mundial deste segmento, atingindo a 8a colocação com 10,3 milhões de toneladas fabricadas em 2016.

Outra boa notícia é que os investimentos destes setores de base florestal chegaram a R$ 12,4 bilhões em 2016, divididos em R$ 4,7 bilhões nas florestas e R$ 7,7 bilhões na indústria. Foram ainda aplicados mais R$ 306 milhões em programas socioambientais, que beneficiaram 1,8 milhão de pessoas. A indústria de árvores plantadas foi responsável por cerca de 3,7 milhões de empregos diretos, indiretos e resultantes do efeito renda.

Criado em abril de 2014, hoje o Ibá representa 60 empresas e nove entidades estaduais de produtos originários do cultivo de árvores plantadas – painéis de madeira, pisos laminados, celulose, papel, florestas energéticas e biomassa, além dos produtores independentes de árvores plantadas e investidores institucionais.