Toda a energia do sol


Recycle Building

Parece – e é – uma contradição: embora seja um dos países mais ensolarados do mundo, o Brasil ainda engatinha quando o assunto é a geração de energia solar fotovoltaica. Mas isso começa a mudar. Um projeto batizado de 120 Telhados Solares está distribuindo subsídios para que 120 residências em todo o país gerem sua própria energia, por meio de painéis fotovoltaicos instalados na cobertura das casas.
A iniciativa, fruto de uma parceria entre governo federal, universidades como a USP, concessionárias de energia e a Finep, instituição voltada para financiar a inovação, quer popularizar o conceito da microgeração de energia, em que qualquer cidadão pode produzir a eletricidade que consome.

so1
As primeiras 20 casas que produzirão sua própria energia estão concentradas no bairro da Vila Madalena, zona oeste de São Paulo. O plano do governo e das universidades é expandir o projeto para os Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Pará. Os consumidores interessados em participar do projeto podem instalar os painéis por conta própria – neste caso, arcando com o investimento – ou procurar as concessionárias de energia locais para participar do projeto. A promessa é de economia na conta de energia elétrica, que pode chegar a R$ 700 por ano para cada família – além de contribuir para o meio ambiente com a geração de energia limpa, de uma fonte renovável.
Outro benefício do projeto é de caráter estratégico: a possibilidade de cada residência produzir a própria energia deve ajudar a combater a sobrecarga no sistema de energia nos horários de pico, além de, no longo prazo, reduzir a necessidade de grandes obras de infraestrutura, que trazem impactos ambientais.


Toda a energia do sol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>